Portuguese Spain English

Everyday Somewhere

Será que o Brasil esta preparado para a Copa de 2014?

Voltamos a Tailândia! Tá…eu sei que não é nenhuma novidade aqui blog, rsrs, mas simplesmente adoramos esse país e aqui que no sentimos em casa, quando estamos bem longe dela. Nos últimos 8 meses viajando pelo Sudeste Asiático, Bangkok, a capital do país, foi inúmeras vezes utilizada como nosso ponto estratégico para paradas e partidas para outros países.

E aqui estou eu, sentada no Suvarnabhumi, o Aeroporto Internacional de Bangkok, observando as pessoas, o funcionamento, e pensando como deve estar a situação no nosso Brasil. A nossa primeira visita à Tailândia foi em 2008, mas com o choque cultural e a rápida passagem que tivemos naquela época, não nos deixou ver o quão desenvolvidos estavam, e quem sabe pela visão distorcida que tinha do país. Também não vá pensar, que quando você vier para cá, não irá perceber a pobreza, sujeira, mercados ambulantes um em cima dos outros naquele calor infernal, ratos caminhando tranquilamente em meio a multidão, mas o engraçado, que apesar das circunstâncias em que a população vive, a educação nos transportes públicos é surreal. E o transporte público? Funciona meus amigos, funciona.

Suvarnabhumi Airport

 Alguem ai já pegou o trem em São Paulo? A luta constante entre passageiros que querem desembarcar com aqueles outros ainda mais desesperados para voltar a casa depois de um dia trabalho. Enfim, aqui, nada disso acontece, e eles também estão cansados depois de um dia de trabalho.

Enquanto escrevo, milhares de pessoas do mundo todo passeam apressadamente no aeroporto mais importante do Sudeste Asiático, com capacidade de 45 milhões de passageiros, e então lembrei do querido Aeroporto Internacional de Guarulhos. O nosso aeroporto também é o mais importante, mas da América do Sul e também o mais movimentado de toda a Ámerica Latina, com capacidade de 31,4 mil de passageiros por ano, mas isso em realidade não quer dizer nada. Para quem conhece outros aerportos importantes, ou que apenas frequenta o Guarulhos, sabe muito bem que ele está longe de suprir a necessidade dos brasileiros, muito menos dos milhares de turistas que irão movimentar os aeroportos da nossa terrinha abençoada. Boa sorte meus queridos.

E essa história de privatização? Pelo o que eu acompanhei da imprensa internacional, parece que tem muita gente brava com essa história, e que o modelo adotado vai prejudicar a indústria aérea e não irá resolver o problema da falta de eficiência dos aeroportos nacionais. Ui, ui…será? Ahh, e mais…o preço das passagens irão aumentar junto com a taxa aeroportuária, mas não pense que as taxas eram baixas, porque para você ter uma idéia, Guarulhos está entre os aeroportos mais caros do mundo. Segundo a imprensa italiana, para o pouso e decolagem de um avião A330, Guarulhos cobra taxas que seriam 93% superiores às do Aeroporto de Miami. O aeroporto também é 27,5% mais caro que o movimentado Charles de Gaulle, em Paris. Em comparação com o Aeroporto de Cingapura, Guarulhos é 2,5 vezes mais caro, e a solução que econtraram, foi aumentar as taxas.

Vamos mudar de assunto, que disso tampouco entendo, mas como eu gosto de uma fofoquinha, dizem por ai, que serão investidos R$1,8 bilhões para a reforma, modernização e expansão do aeroporto. Tá, posso até acreditar que alguma coisa será feita até 2014, mas o problema não é só a situação precária do terminal, e o transporte para o aeroporto, como é que fica?

Pelo menos nos últimos dois anos que estivemos em São Paulo, a única opção que tinhamos para nos levar ao aeroporto era o 11-99723465, Alôoo seu Cicero, aqui vamos nós mas uma vez, pegar um taxi com horas e horas de antecedência para enfrentar o trânsito na esperança de chegar a tempo, para assim então encarar uma enorme fila para o check-in. Tem o ônibus também que sai do aeroporto de Congonhas, e outros pontos da cidade, mas mesmo assim você terá que driblar o trânsito para chegar a tempo de pegar o seu ônibus, e ai então roerá suas unhas quando estiver parado no congestionamento. E na volta das férias? Nada do Seu Cicero, agora é a vez da Guarucoop, uma cooperativa de taxistas do municipio de Guarulhos, possui a concessão da Infraero para operar com exclusividade no aeroporto e os serviços oferecidos são tabelados para todos os bairros de São Paulo, mas na verdade que não é tão mais caro do que o preço da ida, desculpa seu Cicero. 🙂 Vamos pensar positivo, pelo menos é tabelado rsrs, por aqui é um sofrimento para negociar o valor com os taxistas, que muitas vezes se recusam a colocar o taximetro.

Enfim, como pode uma cidade como São Paulo que foi considerada a 14ª mais globalizada e sexta cidade mais populosa do planeta, não ter um trem que liga o aeroporto da cidade?! Estão rindo da nossa cara…só pode ser. Até ouvi uma piadinha outro dia, em que diziam que o trem da CMP vai chegar até o terminal…tudo isso para 2014.

Aqui em Bangkok, que nem aparece no ranking, há muitas maneiras que conectam o aeroporto de Suvarnabhumi ao centro da cidade, mas maioria das pessoas optam pela ligação ferroviária, de longe a maneira mais rápida. Você também poderá optar pela linha Expresso, que leva 17 minutos do aerorpoto ao centro por R$5 (cincoooooo reais) ou a linha de trem urbano, que é um pouco mais lento, pois para em todas as estações, mas ainda assim é um ótimo negócio, por R$3.50.

Ai gente, é claro que também haverá diversos problemas por aqui, mas para ser honesta, não acredito que os aeroportos brasileiros estejam preparados para uma copa do mundo. O que também me deixou bem impressionada e ainda mais revoltada, foram os comentários de diversas pessoas de diferentes nacionalidades que conheci nessa viagem, em que diziam ter a sensação de estar em um país de terceiro mundo, assim que desembarcavam no aeroporto de Guarulhos. Ai também não é né? Criticar só a gente é quem pode. rsrs

Sabemos que a situação está preta, as obras ainda estão paradas na esperança de que o mundo acabe em 2012, ou quem sabe algum outro feriadinho depois do carnaval, para celebrar como somos “organizados” na nossa desorganização,é uma virtude gente, não é qualquer país que consegue isso. E não, não seremos capazes de oferecer um serviço decente para milhares de turistas, e tampouco para nós mesmos…mas quem liga? Esse país tropical com um povo caloroso irá recepcionar vocês, meu queridos gringos, com aquele carinhoso jeitinho brasileiro, sempre com um sorriso no rosto, e um pensamento de que irá passa-lo para trás.

Share Button

OneComment

  • É muito raro ler um brasileiro apresentar tantas verdadeiras e comparar a realidade do país com outros. Sim, podemos criticar o que está acontecendo aqui, e não isso não é a fatalidade!

    Mas quando um estrangeiro como eu tenta explicar isso, pouco entendem…

    Obrigado!

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *