Portuguese Spain English

Everyday Somewhere

Abertura das Olimpíadas de Londres 2012

Londres amanheceu orgulhosa pela magnífica abertura dos jogos olímpicos de 2012, e para muitos daqueles que ainda torciam o nariz devido a fortuna gasta, parece que Danny Boyle, diretor e produtor de cinema e responsável por esse evento, não só fez enobrecer o coração da Grã-Bretanha como fugiu dos padrões de todas cerimônias de aberturas já apresentadas para o mundo, contando a sua história de uma forma louca, surreal e emocionante.

Para quem não teve a chance de ver, saibam que o estádio olímpico, foi palco de uma grande peça, baseada em uma obra de Shakespeare. Enormes chaminés  sairam do gramado representando a Revolução Industrial para a era da internet, e centanas de enfermeiros dançaram acompanhados por Mike Oldfield, bem como uma celebração desenfreada de música britânica através dos tempos.

Foram várias pequenas histórias sendo contadas em aproximadamente 3 horas de cerenimônia, tendo história de amor, participação do Mr Bean, um exército de voluntários dançarinos ao redor de Dizzee Rascal, enquanto cantava Bonkers.

Para ser sincera, e deixando de lado todo o investimento feito e efeitos especiais, eu estava completamente encantada com a apresentação, e sem dúvida, um dos destaques da noite foram as pitadas de humor, até mesmo o que seria a apresentação de autoridades, foi feita de uma forma muito original com um filme da rainha Elizabeth com o James Bond, o ator Daniel Craig, no palácio Buckingham, logo saltando de paraquedas em cima do estádio.

Não poderia deixar de comentar a passagem de David Beckham, que ficou de fora da seleção Inglesa de Futebol, mas teve uma participação especial conduzindo uma lancha pelo rio Tamisa, levando a tocha olímpica ao coração do estádio.

Achei interessante o comentário da BBC essa manhã, em que diziam que haviam muitas piadas sobre uma cerimônia que era ao mesmo tempo cômica, mas que ainda faziam você parar para pensar. Segundo eles, foi um retrato de um país que, com os olhos do mundo sobre ele, teve a  confiança de rir de si mesmo.

Share Button

Post a Comment

Your email is kept private. Required fields are marked *